Cadastre-se agora e receba GRATUITAMENTE um E-book feito com muito carinho com 7 receitas super fáceis, saudáveis e deliciosas!

Curiosidades

Por que vegetarianos e veganos não consomem leite e ovos? Veja a crueldade por trás

Por que vegetarianos e veganos não consomem leite e ovos? Veja a crueldade por trás

Muitas pessoas ficam curiosas em saber porque os vegetarianos e veganos não consomem laticínios e ovos. Acontece que por trás do seu leite no café da manhã, há uma grande indústria repleta de crueldade e mentiras. Escrevemos esse artigo para retirar todas as dúvidas sobre o assunto, acompanhe.

O problema por trás dos laticínios

O que contam para nós sobre as vacas produzirem seu leite sempre e que elas precisam ser ordenhadas por conta disso. Não é totalmente verdade. Quando as mulheres produzem leite significa que estão grávidas, como esses animais também são mamíferos, o mesmo acontece.

Toda a vida dessas criaturas é um pesadelo interminável de tortura, depressão e estupro. É, você não leu errado, estupro. Para produzir leite, as fêmeas devem dar à luz e para tal são inseminadas artificialmente. O que também não é um processo cuidadoso e humanitário.

Essa inseminação é feita imobilizando a vaca em um procedimento chamado rape rack ou instrumento de estupro. Basicamente, é uma ferramenta de tortura. Um braço de uma pessoa é inserido no reto do animal para colocar o útero no lugar correto e injetar um instrumento de metal na sua vagina.

Não pensem que essa imobilização também garante que ela esteja desacordada ou não sinta dor. Elas sentem. Depois de dar à luz, o bebe é levado para longe da mãe e nunca mais será visto novamente. Imagine a dor de perder um filho seu, você sente e os animais também.

Como se não bastasse tamanha crueldade, os pequenos bezerros são acorrentados em uma caixa de madeira ou metal onde é impossível se mover. Eles não podem se virar, levantar, andar ou deitar para não desenvolver músculos. Por fim, são mortos para ter suas carnes vendidas.

Esses pequenos mamíferos morrem sem ter tido a possibilidade de conhecer o amor materno. Então, por trás de todo laticínio está essa terrível história que não nos é contada e que quem segue uma dieta sem leite tenta combater.

As mentiras por trás das indústrias

Como contamos, a indústria do leite não é tão boazinha assim. As vacas passarão suas vidas como máquinas de leite, sendo forçadas em uma produção onde são obrigadas a fornecer cerca de 5 vezes mais leite do que produziriam para os seus filhos.

Tudo isso durante 4 longos anos, enquanto uma fêmea devidamente saudável viveria até os seus 20 anos de idade. Serão quatro anos de infecções, inseminação artificial constante e sequestro dos próprios filhos frutos do mesmo sistema explorador.

Além do leite, outros laticínios que contribuem para o financiamento da morte de animais. Veganos não consomem produtos derivados do leite, por exemplo, o queijo e por uma boa razão. A maioria precisa de enzimas, chamadas coalho, que vem do estômago de vacas, bois e bezerros mortos.

Não é eficaz parar de comer carne para salvar animais, quando se está comendo ou bebendo algo que financia as suas mortes. Há alguns queijos que não utilizam coalho e são permitidos para quem quer continuar comendo, na maioria são os cremosos como catupiry, cream cheese e o requeijão.

O problema não acaba apenas nesses fatos, a indústria do leite também atua querendo boicotar produtos. Recentemente, o “New York Times”, o jornal mais importante dos Estados Unidos, afirmou que um grupo formado por empresários no ramo de leites querem proibir o uso do termo “leite” em produtos vegetais.

É uma tentativa de dificultar que empresas que são voltadas para o público vegano cresçam oferecendo alternativas aos laticínios comuns e exploradores. Parece pouco, mas isso mostra que essas indústrias ainda querem torturar cada vez mais os nossos animais.

O ovo e a sua relação com o leite

As fábricas que produzem laticínios não são tão diferentes daquelas que produzem ovos. Muitos perguntam: Por que os veganos são contra consumir ovos e leite? Assim como as vacas são exploradas, as galinhas também são. Durante a sua vida, elas passam ciscando, se espojando na terra e se alimentando.

Uma realidade bastante diferente da indústria onde são forçadas a ficarem presas em gaiolas lotadas pisando em uma grade. Sem qualquer espaço para locomoção. Os galpões são iluminados com luzes artificiais manipuladas para que essas aves produzam.

Como se não bastasse, há um processo chamado debicagem. Onde os bicos são cortados ou queimados com ferro quente. Extremamente doloroso. Tudo para que não peguem seus alimentos.

Para que a produção não perca quando algumas são mortas. Todas são forçadas a produzir mais ovos do que o natural. Assim como nossas amigas vacas. Esse ciclo continua durante os 18 meses de vida da galinha, quando o normal é elas viverem até 16 anos. Essa é a razão pela qual veganos não comem ovos.

Por toda essa crueldade, veganos e vegetarianos lutam para que os animais tenham uma vida mais digna ou a sociedade crie uma consciência. O assunto é bastante delicado, mas precisa ser debatido. Esperamos que as dúvidas tenham sido esclarecidas. Para mais informações sobre a dieta vegetariana acompanhe o nosso blog.

Sobre o autor | Website

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notify of
avatar
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.